segunda-feira, 30 de maio de 2011

DIA DA FUNDAÇÃO DA VILA DE SÃO SALVADOR DE CAMPOS - 29 de maio

A data que compõe o nome dessa instituição escolar tem grande importância no cenário histórico do município de Campos dos Goytacazes (RJ).

Em 29 de maio de 1677, Campos, que até então era capitania, foi elevada à condição de Villa de São Salvador dos Campos por Visconde d´Asseca que dominou a região por quase um século. Neste período, houve grande expansão pecuária. Em 1750, ocorreu a queda dos Assecas e, a partir daí, houve a expansão da cana-de-açúcar, possível pela divisão dos grandes latifúndios. A Vila de São Salvador dos Campos foi elevada à categoria de cidade em 28 de março de 1835.

O monumento abaixo, que fica na área externa da Igreja São Francisco, localizada na Rua 13 de maio, no Centro de Campos dos Goytacazes (RJ, marca a fundação da Vila de São Salvador de Campos.





Fonte:
http://www.ururau.com.br/


Postado por
Kátia Monique Lemos Mothé
Professora do Projeto de Inclusão Digital
Laboratório de Informática Educativa

domingo, 29 de maio de 2011

CITY TOUR CULTURAL PELA CIDADE DE CAMPOS DOS GOYTACAZES



video



No dia 17/05/2011 (3ª feira), das 8h às 13h, os alunos do 7º ano de escolaridade do Centro Educacional 29 de Maio visitaram alguns pontos turísticos de cunho cultural da cidade de Campos dos Goytacazes.

Os alunos fizeram o city tour mediante transporte cedido pela Secretaria Municipal de Educação, porém a iniciativa do projeto foi da secretaria de Desenvolvimento Econômico e Petróleo com as atividades desenvolvidas pelo palestrante Everaldo.

Tal visita aconteceu com a finalidade de proporcionar ao aluno o alcance do conhecimento da História de sua região, de forma prazerosa, a partir da observação dos patrimônios culturais e artísticos de valor histórico imensurável, vindo assim valorizar a cidade onde reside: “É preciso conhecer para Amar”.

Após a apresentação dos patrimônios culturais que circudam a Praça Barão do Rio Branco (Liceu de Humanidades de Campos, Câmara Municiapl – Poder Legislativo, Palácio Vila Maria), o palestrante conduziu o grupo à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Petróleo, onde foi muito bem recepcionado, inclusive com um maravilhoso lanche.




Durante o percurso, foram apresentados os estilos artísticos das residências antigas e a parte alta da cidade ocupada com o objetivo de escapar das enchentes nas áreas próximas ao Rio Paraíba do Sul. Em seguida, a Igreja de São Benedito na Praça Nilo Peçanha, hora em que relatou fatos importantes sobre este presidente campista, mulato, mas retratado como de cor branca nas pinturas em óleo. Curioso, e que chamou muito a atenção dos alunos, foi a história da “fera de Macabu”, o Antônio Coqueiro, acusado e condenado à morte pelo assassinato de uma família em Conceição de Macabu (que pertencia a Campos durante o 2º Império), injustamente, pois um escravo assumiu a culpa. Ali na Praça tem um memorial, que é o marco do fim da pena de morte no Brasil, decretado por D. Pedro II, desde a injustiça cometida.

Outro momento que prendeu a atenção dos alunos foi a visita externa do Asilo da Lapa, abrigo de meninas cuidadas por freiras, monumento datado do século XVII, quando o Rio Paraíba foi apresentado como uma importante via fluvial, escoamento de mercadorias e de escravos, mas também como abrigo do lendário jacaré do papo amarelo que engoliu o Sino. A lenda encantou bastante os alunos.

Finalmente, chegou ao Museu Olavo Cardoso, com arquivos que retratam a história dos índios Goitacá, formas de vida, crença, respeito e rituais dos mortos; a vida dos escravos negros, instrumentos de tortura, entre outras coisas; Maquetes dos bondinhos; telas em óleo pintadas na França; o estilo nobre do próprio prédio que abriga o Museu, residência de Olavo Cardoso.


Estiveram acompanhando os alunos nesse banho de cultura local revelados na história do Brasil as professoras Cláudia Márcia Porto (da área de conhecimento: História) e Suzana Maria Santos de Oliveira (coordenadora de Ciências do segundo segmento do ensino fundamental).

Esta foi a primeira etapa do projeto, pois os alunos deverão apresentar (em data estabelecida pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Petróleo), uma devolutiva do aprendizado recebido, da maneira lúdica e apropriada ao público em questão.

Postado por
Kátia Monique Lemos Mothé
Professora do Projeto de Inclusão Digital
Laboratório de Informática Educativa

HOMENAGEM ÂS MÃES

video

No dia 13/05/2011, o Centro Eucacacional 29 de Maio prestou uma homenagem às mães dos alunos do 1º ao 5º ano de escolaridade. Alguns alunos em grupo cantaram a música Como é grande o meu amor por você. Houve apresentação de slides contendo uma mensagem para as mães e sorteio de brindes. Nessa oportunidade, as mães assistiram a uma mostra dos eventos ocorridos na escola no 1º bimestre. O momento de descontração e interação com as mães presentes foi finalizado com a presença da banda da escola.

Postado por
Kátia Monique Lemos Mothé
Professora do Projeto de Inclusão Digital
Laboratório de Informática Educativa

terça-feira, 17 de maio de 2011

DIA INTERNACIONAL DA FAMÍLIA - 15 de maio

Os tempos que correm não são favoráveis às famílias quer por razões endógenas quer por razões exógenas. Assistimos, tantas vezes impotentes, a uma fragilização sistemática da Família com consequências tremendas para um equilíbrio afectivo, cultural e espiritual da própria sociedade de que ela é fundamento.

Por isso, desde 1994, que a Associação Famílias se associa à celebração da efeméride, recordando aos desatentos que a Família é um valor, fundado em valores, que temos de apoiar, promover e defender.

Mais informações:
http://www.a-familias.org/noticias.php?id=91
http://www.portaldafamilia.org/scpainel/cart023.shtml


Postado por
Kátia Monique Lemos Mothé
Professora do Projeto de Inclusão Digital
Laboratório de Informática Educativa

domingo, 15 de maio de 2011

DIA DA ABOLIÇÃO DOS ESCRAVOS - 13 de maio

video


Assista ao vídeo

Liberdade, Liberdade! Abra as asas sobre nós

Seja sempre a nossa voz, mas eu digo que vem
Vem, vem reviver comigo amor
O centenário em poesia
Nesta pátria mãe querida
O império decadente, muito rico incoerente
Era fidalguia e por isso que surgem
Surgem os tamborins, vem emoção
A bateria vem, no pique da canção
E a nobreza enfeita o luxo do salão, vem viver
Vem viver o sonho que sonhei
Ao longe faz-se ouvir
Tem verde e branco por aí
Brilhando na Sapucaí e da guerra
Da guerra nunca mais
Esqueceremos do patrono, o duque imortal
A imigração floriu, de cultura o Brasil
A música encanta, e o povo canta assim e da princesa
Pra Isabel a heroína, que assinou a lei divina
Negro dançou, comemorou, o fim da sina
Na noite quinze e reluzente
Com a bravura, finalmente
O Marechal que proclamou foi presidente
Liberdade!, Liberdade!
Abre as asas sobre nós
E que a voz da igualdade
Seja sempre a nossa voz,
Liberdade!, Liberdade!
Abre as asas sobre nós
E que a voz da igualdade


Mais informações:
http://ce29demaio.blogspot.com/2010/05/da-da-abolicao-dos-escravos-13-de-maio.html

Postado por
Kátia Monique Lemos Mothé
Professora do Projeto de Inclusão Digital
Laboratório de Informática Educativa

SUSTENTABILIDADE A FAVOR DA VIDA: EDUCAR PARA CRESCER - PROJETO EJA



video



"Quando o homem tiver cortado a última árvore,
poluído a última gota de água, matado o último animal
e pescado o último peixe, só então perceberá que
o dinheiro não é comestível
."
Provérbio indígena



No dia 27/04/2011 (4ª feira) , aconteceu no Centro Educacional 29 de Maio, NOITE DA CULTURA INDÍGENA com a presença do palestrante Hélvio Gomes Cordeiro da Fundação Municipal do Zumbi dos Palmares e mostra da culinária indígena herdada pelos brasileiros, inclusive, com direito à degustação.



Postado por
Kátia Monique Lemos Mothé
Professora do Projeto de Inclusão Digital
Laboratório de Informática Educativa

segunda-feira, 9 de maio de 2011

ENCONTRO INTERNACIONAL DE ASTRONOMIA

O presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, Avelino Ferreira, abriu, no dia 21/04/2011, o 4º Encontro Internacional de Astronomia e Astronáutica, no Teatro Trianon, evento realizado pelo Clube de Astronomia Louis Cruls, com apoio do Instituto Federal Fluminense (IFF) e da Prefeitura de Campos.

A programação foi bastante rica, inclusive com um curso oferecido a professores, do dia 25 a 27 de abril, ministrado por Rosa Doran, astrônoma e coordenadora Internacional do Programa de Formação em Astronomia.

Mais informações:
http://www.campos.rj.gov.br/exibirNoticia.php?id_noticia=7150
http://www.campos.rj.gov.br/exibirNoticia.php?id_noticia=7188

Alguns professores do Centro Educacional 29 de Maio prestigiaram esse evento participando de tal curso. São eles: Cléa Oliveira Freitas, professora de Matemática, Edson Teixeira de Souza, professor de Geografia, e Suzana Maria Santos de Oliveira, coordenadora de Ciências do 6º ao 9º ano de escolaridade


Postado por
Kátia Monique Lemos Mothé
Professora do Projeto de Inclusão Digital
Laboratório de Informática Educativa

41º ANIVERSÁRIO DO PARQUE ESTADUAL DO DESENGANO

A Secretaria Municipal de Educação participou entre os dias 13 e 17 de abril do corrente ano da programação referente ao aniversário de criação dos 41 anos do Parque do Desengano, através do PED Cidadania – Educação Ambiental na área do Parque do Desengano – que incluiu professores municipais das disciplinas de geografia, ciências e história entre outras, além de professores convidados do IFF , da Uenf e de escolas particulares nas ações realizadas, como palestras e aulas de campo, além de passeio ciclístico e a realização de várias dinâmicas com as comunidades quilombolas localizadas naquela região.

Mais informações:
http://www.campos.rj.gov.br/exibirNoticia.php?id_noticia=7226

O Centro Educacional 29 de Maio, representado por Cléa Oliveira Freitas, professora de Matemática, Edson Teixeira de Souza, professor de Geografia, e Suzana Maria Santos de Oliveira, coordenadora de Ciências do 6º ao 9º ano de escolaridade, no dia 16/04/2011, esteve participando dessa comemoração. Tais profissionais foram à aula de campo que aconteceu na região do Parque do Desengano para conhecimento de parte da mata Atlântica, com o intuito de, posteriormente, levarem os próprios alunos ao local em questão para também adquirirem informações a respeito do Parque.

Postado por
Kátia Monique Lemos Mothé
Professora do Projeto de Inclusão Digital
Laboratório de Informática Educativa

domingo, 8 de maio de 2011

DIA DAS MÃES - 2º domingo de maio

Recados para Orkut


Todas

Todos têm ou já tiveram
tudo referente a esse ser.
É grande. Não espere limites.
Ama como o universo,
defende como um bicho,
reconhece erros, mas continua a proteger.
Ensina como uma mestra a vida toda,
não importa o que falem, continua amando.
Passa fome, sede, dá tudo que tem.
Não é valorizada muitas vezes,
mas continua apostar na melhoria da alma.
Muitos a criticam, mas todas cometem os mesmos “erros”:
amar, proteger, cuidar, ensinar todos os dias, a vida toda.
Mãe, símbolo do amor incondicional,
traduzida como vida.

Texto escrito por Rui Outeiro Costa
(Professor de História do Centro Educacional 29 de Maio)


Postado por
Kátia Monique Lemos Mothé
Professora do Projeto de Inclusão Digital
Laboratório de Informática Educativa



domingo, 1 de maio de 2011

DIA DO TRABALHO - 1º de maio

recados orkut

“A história do Primeiro de Maio mostra, portanto, que se trata de um dia de luto e de luta, mas não só pela redução da jornada de trabalho, mas também pela conquista de todas as outras reivindicações de quem produz a riqueza da sociedade.”
Perseu Abramo

No Brasil, as comemorações do 1º de maio também estão relacionadas à luta pela redução da jornada de trabalho. A primeira celebração da data de que se tem registro ocorreu em Santos, em 1895, por iniciativa do Centro Socialista, entidade fundada em 1889 por militantes políticos como Silvério Fontes, Sóter Araújo e Carlos Escobar. A data foi consolidada como o Dia dos Trabalhadores em 1925, quando o presidente Artur Bernardes baixou um decreto instituindo o 1º de maio como feriado nacional. Desde então, comícios, pequenas passeatas, festas comemorativas, piqueniques, shows, desfiles e apresentações teatrais ocorrem por todo o país.

Na Constituição Federal da República federativa do Brasil de 1988, a Constiuição Cidadã, promulgada no contexto da distensão e redemocratização do Brasil, conseguiu-se uma série de avanços – hoje colocados em questão – como as Férias Remuneradas, o 13º salário, multa de 40% por rompimento de contrato de trabalho, Licença Maternidade, previsão de um salário mínimo capaz de suprir todas as necessidades existenciais, de saúde e lazer das famílias de trabalhadores.

Atualmente, a luta reside em manter todos os direitos constitucionais adquiridos e buscar mais avanços na direção da felicidade do ser humano.

Fonte:
http://www.culturabrasil.pro.br/diadotrabalho.htm

Postado por
Kátia Monique Lemos Mothé
Professora do Projeto de Inclusão Digital
Laboratório de Informática Educativa

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...